As Especiarias, Temperos e Condimentos do Povo Cigano

As Especiarias, Temperos e Condimentos do Povo Cigano

Para cada alimento, um remédio. Alguns ajudam a urinar, outros dão felicidade, outros acalmam, dão força e perseverança, mas isso já sabemos, só nos falta acreditar.

Os povos nômades sabiam, e sabem disso, e se utilizam dessas verdadeiras preciosidades no seu dia a dia. Confira, à seguir, quais são as especiarias e temperos presentes na culinária cigana, como são utilizados e o que esses condimentos fornecem de benefício.

ALECRIM: Especialmente usado para carnes de porco, carneiro, cabrito e peixes. Usa-se também em carnes brancas, vale à pena apreciar com uma carne de porco ou salmão. O alecrim em forma de chá é um ótimo estimulante, combate o cansaço físico e mental, é diurético e ajuda no combate a taquicardia. É também usado para limpar e proteger os ambientes contra energias maléficas.

ALHO: Para carnes, molhos, recheios, frangos e sopas. “Arroz de alho” é imperdível. A variedade de molhos é incrível. Para a saúde, nem se fala. É usado para desde combater gripes e resfriados a aumento do sistema imunológico. Hoje, podemos encontrá-lo em pastas, granulados e etc… ingrediente importante para ajudar na diminuição de temperos carregados em sódio que produzem inchaço e outros males.

PÁPRICA: Tempero feito com sementes secas e moídas dos pimentões. Dá um gosto muito agradável às carnes, aves, caças, canapés de queijo, ovos e molhos. Cuidado com ela, pois deve ser usada com cautela.

CURRY: Na verdade, o curry é a combinação de vários temperos e especiarias. Este condimento é feito à base de açafrão-da-índia (cúrcuma), cardamomo, coentro, gengibre, cominho, casca de noz-moscada, cravinho, pimenta e canela moída. Esses são os ingredientes básicos, outros podem ser incluídos, de acordo com as preferências. É muito usado para fazer receitas com frango, o famoso Frango ao Curry, e é indicado no preparo de ovos, sopas, peixes, carnes, legumes e em molhos.

VINAGRE: Tempero indispensável nas saladas, molhos, picles, etc. Dê preferência ao vinagre de frutas, de maçã, principalmente. Existem, hoje, vinagres de vinho tinto com especiarias e podem ser usados nas carnes, e o também o vinagre de vinho branco, usado em peixes.

CEBOLINHA: De sabor delicado e agradável, com um toque levemente adocicado, serve bem para saladas, omeletes, patês, sopas, massas, risotos, carnes, peixes e maioneses. Fica muito bem decorando pratos e polvilhada em cima de arroz ou no Tutu de Feijão. Guarnece batatas e pratos que contenham legumes. É também bom para proteção contra maus espíritos.

AÇAFRÃO: Conhecido também como açafrão da terra, é um pó amarelo de cor forte extraído da batata de uma planta. Muito usado no frango ensopado, arroz e macarrão, principalmente nas regiões de Minas Gerais e Goiás. É considerado um poderoso antiinflamatório, combate a febre e restabelece a febre.

HORTELÃ OU MENTA: Tradicionalmente usada no preparo do Kibe ou em carne de carneiro, fica ótima em molhos a base de limão. É refrescante como chá gelado. Nos países Árabes é muito utilizada a famosa água de hortelã, que ajuda a refrescar nos dias de verão e proporcionam bem-estar ao estômago.

AZEITE: Uma salada sem azeite não é a mesma coisa. Prepare “seu azeite” introduzindo na lata de óleo várias azeitonas, principalmente pretas. Ele ajuda a diminuir o colesterol e simplesmente muda o sabor de qualquer prato. Faz muito bem ao coração e ao intestino.

LOURO: É usado como aromatizante em temperos de carnes, peixes e frangos, camarão, lentilhas, feijão e nas sopas de verduras. Também deve ser usado com moderação. O chá de louro normalmente é usado para má digestão. Diminui o odor de carnes fortes, como dobradinha, mocotó e rabada.

MANJERICÃO: De sabor suave e levemente picante, usa-se para preparar massas, macarronadas, leguminosas, cereais e assados de todas as carnes. Adiciona-se esse tempero quase no final da preparação para que ele não perca o sabor. Nas saladas cruas é muito bom e nos famosos pães grelhados da Itália e da Espanha. O manjericão alegra a alma.

CANELA: É a casca de uma árvore. Muito utilizada nos molhos, arroz doce, creme de milho verde e tantos outros pratos, que são polvilhados apenas com canela em pó. A canela em pau é usada, geralmente, nas caldas, nos doces de frutas, cremes, etc. Também um chazinho de canela em dias frios tem seu valor, além de combater o resfriado. Arroz com carne de porco, legumes e canela é maravilhoso, café julhino e muito mais.

MANJERONA: Com sabor requintado, coloca-se no final de cozimentos de carnes, sopas, feijão, lentilha e molhos. Fica ótima em saladas. O chá de manjerona é bom para dores de cabeça e insônia. O molho de tomate camponês leva manjerona.

ORÉGANO: Conhecido como o tempero das pizzas, essa erva é bastante usada tanto pelos brasileiros que aprenderam a usá-las, quanto pelos Italianos, que a tornaram conhecida no mundo todo. Confere sabor especial às omeletes, molhos de tomate, saladas, pães especiais, assados e massas.

SALSA: Do mesmo modo que a usamos em omeletes, legumes, saladas e carnes vermelhas, brancas e peixes, também podemos usá-las em sucos. Melhora a capacidade digestiva e limpa o sangue. Ornamenta pratos e fica ótima em farofas.

SÁLVIA: Usada na forma de erva seca, é muito aromática. De sabor sofisticado, é um ótimo tempero para pães, carnes de carneiro e cabrito. Usa-se em queijos e molhos. Em forma de chá tem propriedades anti-inflamatórias, é ótima para pessoas que sofrem de asma, gripes e resfriados, amidalite e faringites. As sopas com sálvia são um capítulo a parte.

TOMILHO: É ótimo em molhos, saladas e sopas além de combinar muito bem com peixes e mariscos.

GENGIBRE: Outro que merece um capítulo especial. O gengibre pode ser usado em peixes, frutos do mar, carne de porco e aves, principalmente frango. Os ciganos usam no café, no vinho, no chá… Vai muito bem combinando com molho de soja, sopas e legumes e é muito apreciado em todo continente asiático. Junto com o alho e a cebola, o gengibre é considerado o rei da medicina/culinária. É bom para prisão de ventre, gases, perda de apetite e é antigripal, estimula a circulação. Uma boa dica é suavizá-lo com açúcar ou mel, cada qual com o devido cuidado, e claro, na confecção de balas.

ESTRAGÃO: É excelente para realçar o sabor das carnes de coelho e frangos. Seu sabor é adocicado e ao mesmo tempo picante. Também é usados em peixes, assados, saladas verdes, cozidos de panela e molhos diversos.

ERVA-DOCE: Utilizada em licores, xaropes, doces, bolos, pães… Facilita a digestão e é afrodisíaca.

CARDAMONO: Pode ser utilizado em assados, bebidas e compotas.

CEBOLA: É considerada comum às classes sociais. É também rica em vitamina, diurética e anti-séptica.

COENTRO: É excelente tempero para peixes, carnes de porco e cordeiro assados. É afrodisíaco e simboliza imortalidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *