Santa Sara na Bíblia

Santa Sara na Bíblia

Sara, na Bíblia, é uma matriarca e profetisa bíblica, uma figura importante nas religiões abraâmicas. No entanto, certamente não se trata de Santa Sara, a santa dos ciganos, e você vai entender o porquê à seguir…

De acordo com Gênesis 20:12, em conversa com o rei filisteu Abimeleque de Gerar, Abraão revela que Sara é sua esposa e meia-irmã, afirmando que os dois compartilham um pai, mas não uma mãe.

Isso tornaria Sara a filha de Terah e meia-irmã não apenas de Abraão, mas também de Haran e Nahor. Na narrativa bíblica, Sara é a esposa de Abraão.

Em dois lugares da narrativa, ele diz que Sara é sua irmã (Gênesis 12:10 a 13: 1, no encontro com Faraó, e Gênesis 20, no encontro com Abimeleque).

Sabendo que Sara era uma grande beldade e temendo que o Faraó o matasse para ficar com Sara, Abraão pede a Sara para dizer ao Faraó que ela é sua irmã (Gênesis 7).

Ela se chamava, originalmente, “Sarai”, uma variante dialetal de “Sarah”. Na narrativa da aliança da circuncisão em Gênesis 17, durante a qual Yahweh promete a Abrão que ele e Sarai terão um filho, Abrão é renomeado como Abraão e Sarai é renomeada como Sara.

Sara morreu aos 127 anos, e Abraão comprou, de Efrom, o hitita, um terreno com uma caverna perto de Hebron para enterrá-la, que é a primeira terra de propriedade dos israelitas em Canaã, segundo a narrativa bíblica.

Ela nasceu em Ur Kaśdim, ou Ur dos caldeus, que se acredita ter estado no atual Iraque, 1.958 anos após a Criação, de acordo com o calendário hebraico.

A representação islâmica de Sara, que não é nomeada no Alcorão, imita sua representação no judaísmo e no cristianismo, no sentido de que ela é uma boa mulher, parente e esposa de Abraão, que, após anos de esterilidade, é abençoado com um filho, o profeta Isaac.

Veja  Como Montar um Altar Para Santa Sara Kali

Acredita-se que Sarah esteja enterrada na Caverna dos Patriarcas (conhecida pelos muçulmanos como o Santuário de Abraão).

O complexo, localizado na antiga cidade de Hebron, é o segundo local mais sagrado para os judeus (depois do Monte do Templo em Jerusalém) e também é venerado por cristãos e muçulmanos, ambos com tradições que afirmam que o local é o local de sepultamento de três casais bíblicos; Abraão e Sara, Isaac e Rebeca, e Jacó e Lia.

Sara, uma Figura Bíblica

Sara pode ter realmente existido, como podemos ver no texto acima, ou apenas ter sido uma figura bíblica, ou seja, um personagem fictício, inventado para que se conseguisse, com sua história e características, passar uma ideia, um conceito divino e universal.

De acordo com o site www.britannica.com, a biografia de Sara revela que ela foi esposa de Abraão e mãe de Isaac, e não teve filhos até os 90 anos.

Deus prometeu a Abraão que ela seria “mãe das nações” (Gênesis 17:16) e que conceberia e teria um filho, mas Sara não acreditou.

Isaac, nascido de Sara e Abraão na velhice, foi o cumprimento da promessa de Deus para eles. A esterilidade de Sara, citada no prefácio (Gênesis 11:30), está em tensão com o tema central da saga de Abraão, a promessa de que Deus o tornará o fundador de uma nação poderosa.

Com respeito ao cumprimento da promessa, Sara incorpora os temas do medo e da dúvida, Abraão os da fé e da esperança.

Sua dúvida leva Sara a conceber sua própria maneira de cumprir a promessa – ela dá a Abraão sua serva, Agar, para que Agar possa ter um filho para eles.

Quando a promessa é repetida, Sara expressa sua dúvida com uma risada sarcástica (Gênesis 18:12). E quando a promessa é cumprida, Sara, dominada pela alegria, ainda dá a entender que sua dúvida era razoável (Gênesis 21: 6-7).

Veja  Oferenda Para Santa Sara Kali

Conclusão

Com ambos os textos acima, fica claro que Sara, da Bíblia Sagrada, não é a mesma Sara, que se tornou a santa dos ciganos.

Porém, podemos notar que ambas compartilham algumas características. A duas Saras foram e são consideradas belas e tementes à Deus e, apesar de uma ter se casado, mas a outra não, ambas tem histórias com milagres relacionados à gravidez e maternidade.

Sara, esposa de Abraão, que teve o seu primogênito após os 90 anos, e Santa Sara, a padroeira dos ciganos, que é reconhecidamente a protetora das grávidas e das mulheres que desejam engravidar, por tantos milagres já concedidos às mulheres, ciganas e não-ciganas, que não conseguiam engravidar, mas conseguiram após rezarem para Santa Sara Kali.


Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Livros para Você Comprar:

Élida Alexandre

Cartomante, taróloga, terapeuta holística e empreendedora de livros de auto ajuda espiritual, religião e esoterismo.

Site: elidaalexandre.com.br

YouTube: youtube.com/@ElidaAlexandre

Instagram: instagram.com/elidaalexandre9

TikTok: www.tiktok.com/@elidaalexandre9